É possível remover riscos na pintura do carro apenas com polimento?

Quem nunca deu uma encostada com o carro num pilar, ao estacionar na garagem ou até mesmo em outro veículo, manobrando num estacionamento? Aquele “segundo de distração” pode deixar algumas marcas na pintura do carro, pequenos riscos ou arranhões e, até que se encontre uma solução, permanecem ali desvalorizando o bem. O mais comum na hora é pensar se um polimento resolve.

Será que polimento resolve?

A resposta do Alexandre, responsável técnico pelo setor de estética da Bem Auto, é: “Depende da profundidade dos riscos!”

Resposta simples, que ele explica da seguinte maneira. A pintura dos automóveis é composta por algumas camadas sobre a chapa metálica. As quatro camadas são: proteção anticorrosiva, primer, tinta base e verniz, conforme imagem ilustrativa abaixo.

Imagem ilustrativa das camadas de pinturas dos automóveis.

A camada de verniz é a última camada, responsável em proteger as camadas inferiores e proporcionar o brilho na pintura. Em média, a camada de verniz corresponde a 50% da espessura total da pintura. Quando os riscos atingem apenas a camada do verniz, o processo de polimento pode ser utilizado. Agora, quando temos riscos muitos profundos, que atingem as camadas de tinta, primer, chegando até a chapa metálica, somente o processo de repintura poderá recuperar a superfície.

Com base nisso, apenas em casos de riscos na camada de verniz é possível remover com polimento as marcas na pintura do carro.

Risco no para-lamas solucionado com polimento

No exemplo a seguir o cliente encostou com o para-lamas no portão ao sair de ré da garagem, o material do portão (tinta amarela) aderiu ao verniz (veja na imagem do ANTES). Nesse caso para corrigir o problema, o polimento foi a solução.

 

Imagem do para-lamas ANTES do polimento

 

Imagem do para-lamas DEPOIS do polimento

O resultado (veja na imagem do DEPOIS) ficou excelente. O processo foi super rápido, entrada e saída na oficina no mesmo dia. O polimento foi realizado apenas no local afetado e por isso não saiu caro para o cliente. E o melhor, com a avaliação feita por terceiros, após o serviço realizado não se percebe que houve qualquer avaria. Ou seja, o bem do cliente não perdeu seu valor de mercado.

Mas fique atento, conforme demonstrado na primeira imagem técnica das camadas de pintura, o processo de polimento desbasta o verniz, diminuindo sua espessura. Por isso, é necessário mão de obra de um profissional qualificado e garantia de qualidade do serviço.

Gostou da dica, mas ainda está com dúvidas sobre o impacto da pequena avaria no seu bolso?! Na Bem Auto realizamos uma análise gratuita, se preferir agende seu horário pelo whatsapp direto com o Alexandre clicando aqui.

Gostou deste post?

Você pode gostar...

Fale conosco pelo WhatsApp